sábado, 24 de abril de 2010

Abril 2010




Gemidos

Da bolanha
Sinto o cheiro
Do abrigo
A solidão
Dos amigos
Saudades
Das partidas
Emoção

Da tabanca
A humildade
Da bajuda
Servidão
Da criança
Sem maldade
Cavando na guerra o pão

Sinto o pavor da picada
Das minas
Sinto terror
Angustia da emboscada
Do Napal
Sinto o odor.
Do obus
Sinto o troar
Das balas o seu zumbido
Da morna o balançar
Do paludismo
O gemido.

Não sei bem
Porque lutámos
Tento enxergar
Não consigo
Hoje sinto-me
Enganado
Sinto
Sinto
Sinto
Sinto ….

Fialho
Set/98



2 comentários:

jorge disse...

Camarada
Hoje por acaso encontrei o teu blogue,
também vou ao almoço do Mexia Alves e podemos falar sobre isto.A tua companhia, foi a que substituiu a minha,3ªCCaç 4612/72 quando fomos para Gadamael como companhia de intervenção.Há por aí algumas confusões de nomes mas é natural,o Ferreira(alferes)tinha uma honda e era da CCS do batalhão.Temos tido alguns jantares por isso estou em contacto dele.Realmente havia um médico que agora não me lembro o nome e que era gordinho, também da CCS mas já falecido.O Mendes que esteve na 15 com o Mexia Alves , também mantenho contacto com ele pois vai aos almoços da companhia.
Abraços
Jorge Canhão
ex-furr da 3ªCCaç

vitorvarela disse...

olha olha tantos a falar da 4641 grande companhia nas mãos do varela lembram-se quem era o tal volunntário instigado pelo o tal cabo telegrafista lá do algarve lembram-se mas ao mesmo tempo vingou-se da partida com cortes de budas aos tais meninos do posto avançdo de braia quem não se lembra ,já me tinha esquecido vi as noticias das fotos pelas mãos do ex:fur noticioso não me lembro do nome ,mas anda sempre com o portátil nos almoços anuais o vosso BARBEIRO SEMPRE AO DISPOR PARA UNS CALDINHOS COM CORTES ATRÁZ DAS ORELHAS COITADO DO NOSSO CAPITÃO AMIGO E SEMPRE DA GRANDE COMPANHIA C.CAC4641 VARELA